Bolsa de Tóquio cai mais de 1%, diante de iene forte após decepção com Trump

12/01/2017 05:54

Compartilhe:

Imprimir:

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa significativa nesta quinta-feira, à medida que o iene se fortaleceu ante o dólar em meio à decepção dos investidores com a coletiva do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, uma vez que o republicano pouco falou sobre planos econômicos e alimentou incertezas sobre a futura relação da Casa Branca com outros países.

O índice Nikkei caiu 1,19%, a 19.134,70 pontos, apagando o ganho de 0,33% do pregão anterior.

Na coletiva de ontem, a primeira de Trump desde sua vitória em novembro, o republicano não forneceu detalhes sobre futuros estímulos fiscais, levando fundos de hedge estrangeiros a saírem da bolsa japonesa, segundo Masayuki Kubota, chefe de corretagem online da Rakuten Securities.

Além disso, Trump reiterou o desejo de construir uma barreira ao longo da fronteira entre EUA e México, reforçando preocupações sobre atitudes protecionistas, ressaltou Kubota.

Repleto de grandes fabricantes e exportadoras, o mercado acionário do Japão é bastante sensível a mudanças no cenário econômico e político global.

Com o avanço do iene frente ao dólar durante a madrugada, as ações do setor exportador, em especial de montadoras, ficaram pressionadas. A Toyota Motor recuou 0,97%, enquanto a Nissan perdeu 1,07% e a Mazda caiu 1,48%. Na semana passada, a Toyota foi criticada por Trump por ter planos de montar uma fábrica no México.

Alguns investidores em Tóquio também aproveitaram para embolsar lucros antes da posse de Trump, no próximo dia 20, pressionando a bolsa e impulsionando o iene, segundo Kyoya Okazawa, chefe de mercados globais do BNP Paribas no Japão.

Desde novembro, a bolsa japonesa acumulou fortes ganhos, a exemplo de outros mercados internacionais, diante da especulação de que Trump tenderia a ser mais agressivo na adoção de estímulos fiscais. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão conteúdo

Avalie esta notícia:  starstarstarstarstar

Compartilhe:

Imprimir:

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)